11 de abril de 2014

Por uma beleza conceitual - Donna Fashion 2014



O Donna fashion em sua edição 14 apresenta mais um concurso Next Generetion e a equipe do Salão Cassiano Pellenz estilsta de cabelos esteve presente na construção de duas das estilistas que concorrem ao premio para universitários. Trata-se de Tais Machado e Caroline de Medeiros, ambas alunos do curso de moda da Uniritter.

A beleza de Tais foi escolhida a partir do tema de sustentabilidade que ela trouxe a equipe. “Quando a estilista Thaís Machado trouxe a proposta de o melhor da moda é mudar e ia usar tecidos reciclados, pensei, não haverá cabelos e nem make, usaremos o mesmo formato para que o trabalho fique mais misterioso. A inspiração desta make de tecido e cabelos  veio de dois estilistas, Galliano e Jean Paul Gautier. E a gente foi super elogiado pela ousadia de ser uma beleza de tecido. Conta Cassiano Pellenz, cabeleireiro.

A estilista Thais Machado conta como foi a criação do seu trabalho. “Criei meus looks inspirados no tema ecologia, eles foram produzidos com a maioria dos tecidos reutilizados e transformados em crochê; os sapatos foram comprados em um brechó e forrados de forma artesanal. A criação surgiu a partir da minha ideologia e do que eu quero mudar no mundo, podemos fazer isso através da moda, pois ela tem o poder de influenciar as pessoas, e é muito importante pensarmos que o que a gente veste tem um impacto no meio que vivemos. “ diz Thais.



Já a estilista Caroline utilizou-se de outro tema para se inspirar. “A inspiração para minha coleção foi a passagem do tempo. Como isso mudou a nossa perspectiva diante da moda. A proposta das peças é fazer uma viagem pelo tempo, misturando o passado com o presente e se aventurando no futuro. A coleção começa nas cruzadas inglesas em tons acinzentados lembrando os uniforme dos soldados. O segunda peça é visão minimalista do que seria o futuro, com linhas alongadas e formas geométricas.

Quando criamos a maquiagem e o cabelo de Caroline pensamos que as duas propostas dela tinham que conversar, mesmo sendo passado e futuro, usamos algo bem conceitual, inspirados na morbidade de Tim Burton e nas obras fotográficas de Tim Walker, por que gostamos deste estilo conceitual. E eles são futuro e passado. Conta Maria Ruiz, maquiadora do desfile.

 

 

Esta estética conceitual e mais artística serve de inspiração para novos talentos da maquiagem e do cabelo, visto que ao utilizar a tinta branca no cabelo das modelos de Caroline, o trabalho surpreendeu e gerou perguntas para muitos maquiadores e cabeleireiros que queriam saber que tinta era utilizada.

“Nossa tinta é feita de sonhos” Respondeu Cassiano Pellenz.

Fotos de Nina Brigidi

Nenhum comentário: